1.7.07

ETAR _Estação de Tratamento de Amores Residuais

voltou a acontecer'me. são 1h46 da manhã e depois de comer pão e queijo e de ver | pela "enésima" vez | um episódio da 24h, tenho vontade de ter um blog só pra mim.
e vou servir'me dele como os outros se servem. para despejar. para transformar. para terapeutizar. para tanta merda.
e acho que tá giro o -ETAR. e acho que tá "lame" o -amores residuais. mas eu sou um "gaijo" de amores. muitos deles _inevitavelmente_ residuais. uns tratáveis - outros não. e ámen.
sou um "gaijo" que teve um diário quando era puto. \sim, bichice _eu sei./
sou um tipo perturbado, desequilibrado e apaixonado.
e sirvo'me das palavras como me sirvo do papel higienico.

Ladys and Gents i give you: ME!

2 comentários:

AnAndrade disse...

Muito obrigada.´
É o presente maior que poderíamos receber, todos nós, os que te gostam: TU!

Anónimo disse...

Eu também tive um diário quando era miúdo. E ainda tenho, mesmo tão longe daí. Porque às vezes os espaços se tornam demasiado pequenos.

*